Como voltar ao trabalho e continuar amamentando (ordenha manual ou com uso de bombas elétricas; est)


Ordenha manual de leite materno

É muito simples fazer a ordenha de leite materno manualmente. Com as mãos e mamas bem lavadas com água de sabão neutro, cabelos presos e preferencialmente uso de máscara. Uma massagem inicialmente é fundamental para desfazer os nós do leite nos alvéolos da mama, a massagem em formato circular em torno da mama. Para fazer a ordenha do leite materno, a pega da mão deve ser em formato de “C” com o dedão na parte superior a auréola e os demais dedos na parte inferior a mama. Com os dedos polegar e indicador, fazer uma leve pressão contra o peito e em seguida levar um dedo em encontro levemente sem encostar um no outro. Fazer esse movimento em todas as direções a fim de fazer a ordenha de leite materno de toda a mama.


A mão direita deve fazer a ordenha do seio direito e a mão esquerda do seio esquerdo e não deve haver dor nesse movimento. Com esse movimento do “C” o leite sairá com facilidade, se não estiver saindo após alguns movimentos ou se você estiver sentindo dor então a pega da mama para a ordenha do leite materno está incorreta. O leite inicialmente costuma precisar de alguns movimentos para acontecer a saída do leite, mas se o seio já tiver uma demanda de leite estabelecida então o jato acontece instantaneamente em seios cheios.

A compressão do bico também é uma prática que deve ser evitada, com a compressão os ductos de leite materno ficam estreitos e o leite não sairá corretamente. A ordenha do leite materno deve ser feita de 3 a 5 minutos em cada mama alternadamente até que se completem 20 a 30 minutos em cada mama. O mesmo frasco pode ser usado para aparar o leite da mama, mas em casos de mulheres com bastante leite podem usar dois frascos, um para cada mama.


Bombinhas para ordenha de leite materno

A ordenha de leite materno também pode ser feita por bombinhas vendidas em vários locais inclusive em farmácias. As mais simples podem custar em torno de R$25, essas costumam ser mais dolorosas na hora da extração pela força que fazem ao puxar o leite, são eficazes mas o inconveniente delas realmente é a dor.

Atualmente novos modelos de bombas para ordenha de leite materno estão disponíveis no mercado, elas são mais práticas pelo seu formato e pela sucção que fazem reduzem a dor ou até mesmo extinguem aquela sensação estranha. As bombinhas manuais possuem formato de gatilho que facilita bastante a ordenha do leite, elas custam em média R$80 depende da marca se nacional ou importada.


Uma outra opção é a bombinha de leite elétrica é outra opção satisfatória, ela é muito mais rápida e indolor, o único inconveniente dela é o valor. Os preços para compra chegam a ser de até R$ 400 com opções mais em conta em torno de R$ 160 para marcas nacionais. Existem bombas maiores em que a extração do leite pode acontecer nas duas mamas

simultaneamente porém o valor é proporcional as facilidades. Essas compensam se uma viagem ao exterior para compra do enxoval do bebê for feita, pois ficam muito mais acessíveis financeiramente falando. Com a prática, a ordenha do leite materno manual acaba sendo cada vez mais rápida. Seja como for a ordenha o importante é oferecer o melhor de si para o seu bebê ou os bebês que recebem a doação, o leite materno. Saber como retirar é muito importante e se houver alguma dificuldade maior, basta entrar em contato com o banco de leite mais próximo da sua casa, certamente eles irão orientar como fazer a coleta do leite.



Como armazenar, congelar e usar o leite materno

Depois de ter tirado seu leite, é preciso guardá-lo do jeito certo para poder dar ao bebê mais tarde ou em outra ocasião, sem risco de o leite estragar. Não tem problema se você não tiver conseguido tirar muita quantidade -- pode juntar com outras tiradas para alcançar um volume maior e completar a mamada do bebê.


Já aprendi a tirar meu leite. E agora, como faço para guardá-lo?

As bombinhas ou ordenhadeiras normalmente já vêm com alguns recipientes especiais para o congelamento ou armazenamento do leite.

Mas você pode também armazená-lo em mamadeiras comuns esterilizadas, desde que elas tenham uma tampa que vede bem. Ou então em qualquer recipiente de vidro com tampa de plástico (livre de BPA, uma substância que pode causar riscos à saúde), também esterilizado.


Qual é o melhor jeito de esterilizar o recipiente onde o leite vai ficar?

A melhor maneira de esterilizar o potinho ou mamadeira onde o leite materno vai ser guardado é fervendo-o por 15 minutos, ou usando esterilizadores de micro-ondas pelo tempo determinado na embalagem do esterilizador. Franz Novak, chefe do banco de leite humano do Instituto Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz), explica que esse método não chega a ser uma esterilização industrial ou profissional, mas é eficaz para o armazenamento do leite em casa. O recipiente deve secar naturalmente, de boca para baixo em cima de uma toalha, ou então dentro de um pote maior, fechado. Só depois que o recipiente tiver esfriado é que se pode colocar o leite materno dentro dele.


Quanto tempo o leite materno pode ficar em temperatura ambiente?

O leite materno pode ficar em temperatura ambiente por até duas horas. É só a partir desse tempo que existe o risco de micróbios crescerem no leite e fazerem mal ao bebê. O tempo de duas horas também vale para a mamada. Se o bebê começou a tomar o leite materno fora do peito às 8h, mas não tomou tudo, esse leite ainda pode ser usado até as 10h.



Quanto tempo posso deixar o leite materno na geladeira, sem precisar congelar?

Na geladeira, segundo os padrões determinados pelos especialistas da Rede de Bancos de Leite Humano, o leite materno pode ser guardado por no máximo 12 horas, para garantir que não seja contaminado. Para mais tempo do que isso, o melhor é congelar o leite.

Para guardar o leite na geladeira, use a prateleira de cima, que é a mais fria, e nunca guarde o recipiente de leite na porta do aparelho. Procure deixar o recipiente com leite longe de outros alimentos crus, como verduras e carnes.


Como faço para congelar o leite?

Congelar o leite pode facilitar muito a sua vida com o bebê. Você pode guardar o leite no congelador por até 15 dias, desde que a temperatura esteja abaixo de 10 graus negativos. Essa é a recomendação da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano.

Outras fontes internacionais, como a La Leche League, falam em mais tempo mas os especialistas brasileiros são firmes em recomendar apenas os 15 dias como prazo seguro para o estoque doméstico. Não encha o recipiente até a boca. Deixe pelo menos 2 centímetros de espaço até a borda da mamadeira ou do recipiente, porque todo líquido "incha" depois de congelado.

Antes de congelar, anote numa etiqueta a data do congelamento. Você pode ir preenchendo o mesmo recipiente até ele encher, com várias "tiradas" de leite, mas aí a data de validade do leite vai ser a da primeira ordenha. Use outro recipiente (o da bombinha ou um copo de vidro, no caso de ordenha manual) para tirar o leite, e só abra o pote com o leite congelado na hora de guardar o leite novo.


Caso precise transportar esse leite congelado, coloque o frasco em uma bolsa térmica com gelo e depois transfira rapidamente para o freezer novamente assim que chegar ao seu destino.


Achei que o leite materno podia ficar mais tempo no freezer. Por que tão pouco?

O padrão de 15 dias em ambiente doméstico foi determinado porque é o que menos riscos apresenta de contaminação. Franz Novak, do banco de leite humano do IFF/Fiocruz, explica que a gordura do leite materno continua se decompondo até a temperatura de -18 graus Celsius, dificilmente alcançada pelos freezers domésticos. Para durar até 6 meses, o leite materno teria de ser submetido ao processo de pasteurização, que é o que acontece nos bancos de leite. Com o prazo de 15 dias, você precisa se programar direitinho. Se quiser ter sempre um pouco de leite congelado para emergências, vai precisar ir renovando o estoque a cada duas semanas.



E como faço para descongelar o leite materno? Posso usar o micro-ondas?

O melhor jeito de descongelar o leite é colocando o recipiente dentro de um pote maior com água morna. Um bom guia é usar a mesma temperatura de água que você usaria para o banho do bebê. O micro-ondas não é aconselhável porque existe a possibilidade de algumas propriedades do leite se perderem no processo de aquecimento.

O leite materno nunca pode ser fervido nem esquentado diretamente. Também não se deve descongelá-lo em banho-maria com água fervente, pelo mesmo motivo: os benefícios do leite podem se perder pelo aquecimento excessivo.



É melhor dar leite materno congelado ou fórmula em pó?

O processo de congelamento do leite materno destrói alguns dos anticorpos presentes nele, por isso procure só congelar quantidades que realmente não serão consumidas logo.

Ainda assim, o leite materno congelado é muito mais saudável e oferece maior proteção contra doenças do que as fórmulas lácteas em pó.


Como ofertar o leite materno ordenhado?

Evitar o uso da mamadeira é muito importante para que não haja confusão do bebê e prejudicar a pega correta da mama, por isso, daremos outras dicas que não são mamadeira.


Copinho aberto

esse é o famoso “copinho de pinga” que usamos também em recém nascidos para oferecer leite materno ordenhado. O bebê em posição semi-sentado sorve o leite que é trazido próximo da borda do lábio inferior da boca.

Vantagens: não tem bico que possa causar a tal da confusão de bicos. Rápido e fácil de higienizar.

Desvantagens: o bebê pode engolir muito ar, e com a agitação, acaba desperdiçando uma boa parte do leite. Os pais ficam inseguros e com medo do bebê engasgar.


Colher dosadora:

Trata-se de uma colher acoplada a um recipiente de silicone originalmente usado para papinhas líquidas, mas que encontrou seu uso hoje para oferta de leite materno. O leite materno é oferecido na colher, com a vantagem que ter um recipiente acoplado que enche a mesma.

Vantagens: Não tem bico, com menor possibilidade de confusão com o peito.

Desvantagens: Pode desperdiçar leite no início, pois bebês podem não aceitar bem e não assimilar direito seu uso. Exige um pouco de treino do cuidador.


Posso recongelar o leite materno?

Não, não recongele o leite materno depois que ele tiver sido desgelado. E jogue fora todo leite que sobrar no copinho ou mamadeira e não tiver sido tomado pelo bebê.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo