Queda de cabelo da mãe, uso de vitaminas, uso de medicamentos durante a amamentação


O hormônio da progesterona, responsável pela queda de cabelo entre grávidas, é o mesmo hormônio que faz com que as futuras mamães adorem seus cabelos durante várias fases da gestação. Ao mesmo tempo que o hormônio pode deixar os cabelos sedosos e volumosos, também pode os deixar secos e quebradiços, dependendo muito do histórico capilar de cada uma e das formas de alimentação antes e durante a gravidez.

Durante a gravidez, a mulher fica têm grandes mudanças hormonais para que o desenvolvimento do bebê seja possível. A partir dos primeiros 3 meses de gestação os folículos capilares entram na fase de repouso, a partir daí já é possível sentir os

cabelos mais ralos, finos e até quebradiços. Em algumas mulheres após os três meses, os cabelos engrossam e ficam mais espessos, uma consequência do aumento expressivo de hormônio feminino no sangue. Isso acontece por volta dos 5 aos 6 meses.

Cerca de 3 meses após o parto a taxa de hormônio feminino utilizada para o desenvolvimento do bebê cai drasticamente. Uma das consequências desse fato é a queda de cabelo, algumas mulheres chegam a criar até falhas no couro cabeludo nos 3 a 6 meses que antecedem o pós-parto.

No entanto, essa não é a única causa da queda de cabelo. A amamentação também é um processo muito agressivo para o corpo da mulher, uma vez que retira muitos nutrientes e vitaminas do corpo da mãe para passar ao bebê recém-nascido. Mulheres que tiveram partos agressivos ou que estejam com uma dieta alimentar fraca certamente sofrerão com mais intensidade a queda de cabelo durante a amamentação.

Outros fatores que contribuem para o enfraquecimento dos folículos capilares:

E se cair muitos fios? - A sensação de queda para a mamãe será maior ainda, já que durante a gravidez a queda diminuiu muito e no pós-parto cai mais do que caía antes da mulher engravidar. Isso não é motivo de pânico e nem motivo para sair por aí comprando vários produtos que dizem diminuir a quedas dos cabelos. Os fios vão cair bastante depois do parto e não há nada que se possa fazer. A mamãe gastará dinheiro inutilmente tentando acabar com a queda.

A situação da queda do cabelo da mamãe deve se resolver perto do primeiro ano da criança, mas a mamãe não deve ficar nervosa, antes disso o problema já melhorou bastante. A preocupação deve ficar por conta das mulheres que já têm predisposição para a calvície. Essas mulheres devem se informar sobre o que fazer antes, durante e depois da gravidez com o seu médico de confiança.


Dicas

Não realize nenhuma química nos cabelos sem orientação médica. Além de prejudicar você poderá prejudicar a saúde do seu bebê. Lembre-se: a queda dos cabelos será por um período curto. Não se estresse, pois está amamentando e precisará de muita calma e paciência para não lesar o alimento mais saudável do seu filho. Não acredite em milagres. Se alguém te induzir a comprar algum produto ou medicamento para evitar queda, não acredite antes de consultar um médico. A queda é causada por alterações hormonais e não será tratada desse modo.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo